5 maneiras de gerenciar riscos em uma empresa de drones

Ad Blocker Detectado

O nosso site está online graça à exibição de anúncios para os nossos visitantes. Apoie esta nova indústria desativando o seu bloqueador de anúncios Ad Blocker.

À medida que a inserção dos drones no espaço das grandes empresas se expandem, o gerenciamento das operações vêm se tornando cada vez mais complexa. As empresas fornecedoras de serviços com drones e os gerentes de projeto internos são responsáveis por trabalhar com segurança em um ambiente regulatório complicado e dinâmico.

Acompanhamento de vários pilotos, aeronaves e outros equipamentos; E manter ativa a comunicação entre uma grande variedade de partes correlacionadas. As seguradoras – e agências reguladoras – estão criando requisitos mais detalhados diariamente, e as empresas enfrentam um risco significativo de incorrer em sanções financeiras ou estar sujeitas a atividades de fiscalização. Aqui estão 5 maneiras de gerenciar o risco empresarial para projetos de tecnologia com drones.

Leia também…. DECEA orienta usuários sobre funcionamento do SARPAS

  • Faça plano de voo com base em informações do espaço aéreo

Quando você está gerenciando projetos para empresas, não basta confiar no aplicativo de voo ou em sua compreensão acerca das condições do espaço aéreo. Cada operador da sua equipe precisa entender onde ele pode voar e como obter autorizações para áreas restritas, quando necessário. Certifique-se de que seus operadores estão trabalhando com uma ferramenta de planejamento dinâmica e atualizada, que leve em consideração os regulamentos e as condições de mudança.

  • Registre tudo

Não basta simplesmente gravar seus vôos. Um bom gerenciamento de frota de drones requer que você rastreie todas as suas aeronaves, horas de vôo do piloto e detalhes sobre projetos. O registro detalhado não é apenas um bom gerenciamento de riscos; Ele permite que a empresa gerencie custos, calcule retornos e preveja projetos futuros.

  • Armazene seus documentos

Em qualquer ambiente regulamentar complexo, o armazenamento de documentos se torna uma parte importante do fluxo de trabalho. Para projetos de drone em empresas, você precisará rastrear mais do que apenas contratos e pagamentos. Todas as isenções e autorizações de espaço aéreo, apólices de seguro, permissões e licenças de piloto precisam ser facilmente acessíveis. Investir em um sistema bom e fácil de usar – idealmente um que se integra com suas outras ferramentas de gerenciamento – e mantê-lo organizado.

  • Mantenha-se atualizado com as regulamentações e tecnologias acessórias de planejamento

Não é fácil, mas é necessário. Use todas as ferramentas disponíveis para ajudar em um planejamento de voo dinâmico e ferramentas de inteligência do espaço aéreo, bem como informações sobre ambiente regulatório e suas atualizações.

  • Mantenha tudo padronizado

Um manual de procedimentos operacionais, completo com listas de verificação, é essencial para projetos de drone. E ter todas as peças de seu programa de gerenciamento de risco em conjunto – ferramentas de planejamento de voo, logs, documentos, segurança e manual de procedimentos e provas de processo – é a melhor maneira de garantir que você será capaz de gerenciar eficazmente seu cliente e necessidades da empresa.

Embora o gerenciamento de projetos de drone de empresa não seja simples, pode ser mais fácil se você investe em organização. Soluções de gerenciamento de drones comerciais fizeram um bom trabalho integrando sistemas e tornando mais fácil para os operadores personalizar soluções para combinar com seus fluxos de trabalho. Coloque um bom sistema de gerenciamento agora, com pouco esforço diário e evitará despesas e transtornos posteriores.

Leia também…. Voe legal com o Guia da Legislação

Veja mais… DJI anuncia mudanças que permitirão acesso a informações privilegiadas

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionando Ctrl + Enter.

mm

Adriana Guedini

Adriana Guedini é graduada em Administração de Empresas, pós-graduanda em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e com Certificação Profissional ANBIMA - Série 10 (CPA-10) para atuação em Mercado Financeiro e de Investimentos. Sua trajetória profissional é pautada por um histórico empreendedor e de destaque em multinacionais e empresas de grande porte nacionais. Nestas, atuou nas áreas de Finanças, Comercial e Recursos Humanos, adquirindo experiência e know-how em inovação e gestão de negócios. Aqui no IntoDrones tem o objetivo de produzir e compartilhar conteúdos sobre o mercado de drones e de áreas relacionadas para conscientização, estímulo e conhecimento geral, as quais fomentam o desenvolvimento dos setores.
mm

Receba nossas atualizações

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos interessantes e atualizações direto no seu e-mail

Comentários

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: