Prefeitura de Chapecó tem projeto público de R$107 mil aprovado para combate a dengue com drones

Ad Blocker Detectado

O nosso site está online graça à exibição de anúncios para os nossos visitantes. Apoie esta nova indústria desativando o seu bloqueador de anúncios Ad Blocker.

A Prefeitura de Chapecó – SC foi uma das primeiras cidades do Brasil a receber autorização da ANAC para operar veículo aéreo não tripulado na inspeção dos focos de dengue.

Desde 2015, o município vinha utilizando os serviços de uma empresa terceirizada, mas as atividades foram temporariamente interrompidas, para início de investimento em tecnologia própria. Em dezembro de 2016, Chapecó teve um projeto público aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), na importância de R$107 mil, que será destinado ao desenvolvimento do software PPSUS, o qual fará processamento de imagens aéreas geradas por drones e vant’s.

Junir Antônio Lutinski, Coordenador do Programa de Combate a Dengue da Prefeitura de Chapecó, estima que o projeto ficará pronto em dois anos e será desenvolvido para facilitar o combate a dengue no município. O Coordenador ainda comenta acerca de outro projeto que caminha em paralelo:

Temos o objetivo de adaptar ou desenvolver um drone capaz de trazer uma solução mais completa ao problema. Além do processo de captação das imagens, queremos um drone que possa auxiliar diretamente no tratamento dos focos do Aedes aegypti. Em um primeiro momento, um compartimento/artefato remoto para o transporte de larvicida. Em um segundo momento, o georreferenciamento dos pontos problemáticos.

Desde que os drones foram incorporados ao programa de combate a dengue, houve um aumento de 40% nos acessos a locais fechados ou de difícil localização. A Prefeitura de Chapecó investe constantemente em tecnologia, e atualmente já conta com um aplicativo que integra a gestão do município com a população.

O aplicativo desenvolvido pela empresa Vigilantus, estimula a sociedade a participar do processo de fiscalização, trazendo ferramentas que permitem o registro de denúncias e o acompanhamento do tramite dentro da Prefeitura (aqui um exemplo do portal da cidade de Chapecó/SC). Isso permite aos gestores públicos, gerir de forma mais eficiente as ocorrências recebidas, assim como, acompanhar prazos e gerar relatórios, comenta Cristian de Oliveira, porta voz da empresa Vigilantus.

O objetivo do município é desenvolver novas tecnologias para integrar as já existentes, de forma que o combate a dengue seja cada vez mais eficaz.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionando Ctrl + Enter.

mm

Adriana Guedini

Adriana Guedini é graduada em Administração de Empresas, pós-graduanda em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e com Certificação Profissional ANBIMA - Série 10 (CPA-10) para atuação em Mercado Financeiro e de Investimentos. Sua trajetória profissional é pautada por um histórico empreendedor e de destaque em multinacionais e empresas de grande porte nacionais. Nestas, atuou nas áreas de Finanças, Comercial e Recursos Humanos, adquirindo experiência e know-how em inovação e gestão de negócios. Aqui no IntoDrones tem o objetivo de produzir e compartilhar conteúdos sobre o mercado de drones e de áreas relacionadas para conscientização, estímulo e conhecimento geral, as quais fomentam o desenvolvimento dos setores.
mm

Receba nossas atualizações

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos interessantes e atualizações direto no seu e-mail

Comentários

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: